10 janeiro 2008

A Árvore da Vida

Tinta da China (Art Pen) sobre papel, 40 x 30 cm, 2007


...
Forte como um destino,
Calmo como um pastor,
A sarça ardente é quando o sol, a pino,
O inunda de seiva e de calor.

Barbas, rugas e veias
De gigante.
Mas, sobretudo, braços!
Longos e negros desmedidos traços,
Gestos solenes duma fé constante...

Miguel Torga, "A um carvalho"

1 comentário:

Gina disse...

Fascina-me esta tua arte... a precisão e a perfeição de cada ponto, cada traço são fabulosos! És um verdadeiro artista! (pena que não te dês a conhecer mais...)

Beijos