18 janeiro 2009

Pessoa, Poeta Fingidor

Tinta da China e Aguarela sobre papel, 30 x 40 cm, 2009


...
O poeta é um fingidor.
Fernando Pessoa
...
Quanto mais eu sinta, quanto mais eu sinta como várias pessoas,
Quanto mais personalidades eu tiver,
Quanto mais intensamente, estridentemente as tiver,
Quanto mais simultaneamente sentir com todas elas,
Quanto mais unificadamente diverso, dispersadamente atento,
Estiver, sentir, viver, for,
Mais possuirei a existência total do universo,
Mais completo serei pelo espaço inteiro fora.
...
Álvaro de Campos, in "Poemas"

...
Os heterônimos são invenções de personagens completos, que têm uma biografia própria, estilos literários diferenciados, e que produzem uma obra paralela à do seu criador. Fernando Pessoa criou várias dessas personagens. Três delas foram excelentes poetas: Ricardo ReisAlberto Caeiro e Álvaro de Campos.

1 comentário:

GINA disse...

Já aqui não vinha há algum tempo... tinha saudades... e, mais uma vez, encontro uma maravilhosa obra de arte! E não fosse eu uma admiradora perpétua de Pessoa...

'O Poeta é um fingidor' e tu és um artista desconhecido...

Um beijo!